Museu de Pesca

Instalado em um casarão de 1908, o  Museu de Pesca, é uma das principais atrações turísticas de Santos e integra o patrimônio histórico-cultural de toda a região. De estilo eclético, o prédio, construído no local do antigo Forte Augusto (século XVIII), abriga importante acervo do ambiente aquático.

Dentre as atrações, um esqueleto de baleia com 23m de comprimento, lulas gigantes, Sala da Praia, Ala Lúdica, uma baleeira de 1930, animais taxidermizados e uma grande coleção de areias de praias do Brasil e do mundo.

 

 

Baleia

Destaque para o esqueleto de uma baleia-fin (Balaenoptera physalus) com 23 metros de comprimento, 193 ossos e 7 toneladas. O mamífero, que encalhou em uma praia de Peruíbe (litoral Sul do Estado de São Paulo) em agosto de 1941, em plena 2ª Guerra Mundial, chegou a ser confundido por pescadores com um submarino alemão. A retirada do corpo do mar contou com o auxílio da maré e de cordas amarradas nos chifres de dois bois. No ano seguinte, o esqueleto chegou ao museu.

Lula gigante

Único exemplar em exposição no mundo, a lula gigante Architeuthis sp., taxidermizada, impressiona: são nada menos que 5 metros e 91 quilos.

Sala dos Tubarões

No museu, dá até para aprender um pouco sobre tubarões. Estão expostos, entre outros, um exemplar de tubnarão-megaboca (Megachasma pelagius), com 1m90; um tubarão-golfinho (Lamna nasus) de 1m80; tubarão-galhudo (Carcharhinus plumbeus) de 1m70 e um tubarão-bico-de-cristal (Galeorhinus galeus), com 70 centímetros, procedente da Ilha dos Açores.

Sala Submergir

Imperdível, a Sala Submergir possui um grande mostruário de vidro, do nível do piso até o porão, que reproduz os ecossistemas que englobam o mar - fundo, praia arenosa, costão rochoso e manguezal. Nele, é possível conhecer animais e plantas (de resina) característicos de cada ecossistema e até descer ao porão para apreciar melhor. A sala é um dos três espaços temáticos da Ala Lúdica Petrobras.

Quarto do Capitão

Inspirado no filme ‘Piratas do Caribe’, o cenário do quarto tem iluminação especial, uma arca cheia de jóias de mentirinha, um baú lúdico representando um tesouro com imitações de moedas de ouro, uma espada confeccionada com resina e material reciclado e o esqueleto verdadeiro de um macaquinho, como no filme. Para completar o clima, um gato espalhado ‘mia’ para qualquer pessoa que tente se aproximar da cama do capitão. Há ainda alguns instrumentos de navegação, como timão, lanternas, carta náutica, bússola e bitácula. A figura imaginária foi inspirada no capitão-tenente Garcez Palha, que acompanhou a construção do prédio.