Rota do Café

O café gerou riqueza e progresso para Santos, alterou costumes, melhorou a qualidade de vida e foi responsável pela construção da 1ª ferrovia que mudou a arquitetura e ofereceu novos rumos históricos.

 

     

    Ciclos Históricos


    1534–construção do Engenho de São Jorge dos Erasmos
    1791–construção da Calçada do Lorena
    1867–São Paulo Railway
    1892–inauguração do porto organizado
    1926–ciclo dos granéis
    1947–Via Anchieta (1ª pista)

    1953 –2ª pista
    1970–ciclo dos contêineres

    Desde o século 19, Santos é o maior exportador de café do mundo. Em 2016 foi responsável por 84% das exportações brasileiras com 28,5 milhões de sacas de 60kg e uma receita de US$ 5,4 bilhões.

    Santos é a cidade mais representativa desse ciclo histórico, com marcos materiais e imateriais do produto, assinalado por referências ainda presentes no cotidiano, no aroma de café torrado no ar, no traçado urbano e nas edificações.

    Roteiro


    Ruas do Comércio e XV de Novembro

    Construções de época
    Empresas de exportação de café
    Locais históricos

     
    Bolsa Official de Café (Museu do Café)

    Projeto francês, 1º lugar no Salão de Arquitetura de Paris
    1998–inauguração do Museu do Café
    2000–inauguração da Cafeteria do museu


    Rei do Café

    A mais tradicional casa de torrefação e moagem de Santos
    Grãos preparados de modo artesanal, torrados em lenha de eucalipto e resfriados a ar


    Casa da Frontaria Azulejada

    Concebida em forma de ‘U’, com abertura voltada para o mar, a construção – com pedras, óleo de baleia, saibro, pisos e forros de madeira - facilitava o processo de carga e descarga das mercadorias desembarcadas no porto.


    Estação do Valongo (1867)

    1ª do Estado de São Paulo
    Transporte dos grãos do Interior para o porto
    Transporte de imigrantes para as lavouras de café

     

    Bonde Café

    1º bonde temático da América Latina
    Bonde italiano (1958)
    24 passageiros
    Ar-condicionado, 2 televisões, elevador para deficientes físicos, frigobar, máquina de café espresso, mesas e cadeiras para degustação gratuita de café gourmet


    Pinacoteca Benedicto Calixto

    1908–construção da casa
    1911–residência de um exportador de café
    1979-abandono do imóvel - cortiço com 24 famílias
    1986 –início do restauro do prédio
    1992–inauguração da pinacoteca
    2012–tombamento pelo Comdepasa
    2016–inauguração do Café Calixto