21
abr
22
abr

Comemorações dos dias Nacional e Municipal do Choro

21/04 (sábado):

Local: Estação do Valongo (Largo Marquês de Monte Alegre, s/nº - Centro)

11h - Apresentação do Grupo Pra que Chorar e Netinho Instrumentista.

13h – Músicos, convidados e público em geral passeiam pelo Centro Histórico a bordo do Bonde Turístico, com música ao vivo.

 

Local: Clube do Choro (Rua XV de Novembro, 68 – Centro)

14h - Lançamento do livro Vamos falar de Santos III, da jornalista Thais Matarazzo + Bazar Orâmbulo de Economia Criativa + Festival de Caipirinhas + Abertura da exposição “Tem Francês no Choro”.

15h – Inauguração do espaço em homenagem ao Centenário de Jacob do Bandolim, com descerramento de placa por autoridades e entrega de obra alusiva a Jacó do Bandolim pelo artista plástico Jotarelli.

 

Local: Teatro Guarany (Praça dos Andradas, 100 – Centro)

20h30 - Apresentação do Trio Choro Moderno (SP). Abertura com os alunos da Escola de Choro e Cidadania Luizinho 7 Cordas.

 

22/04 (domingo):

Local: Teatro Guarany (Praça dos Andradas, 100 – Centro)

18h - Bate papo musical com Mônica Marsola do Carmo (Camerati Casa de Cultura) e Marcello Laranja (Pesquisador e Presidente do Clube do Choro de Santos). Tema: “A influência francesa na Música Brasileira e a definição de Choro por Pixinguinha”. Pixinguinha, líder do famoso conjunto “Os Oito Batutas”, que fez grande sucesso na Paris de 1922, é o patrono do Dia Nacional e Municipal do Choro. Esta palestra é pré-comemorativa ao Centenário do primeiro show dos “Os Oito Batutas” em Santos (1919), ocasião em que se apresentaram nos Teatros Guarany e Coliseu.

20h - Apresentação do Grupo Choro & Afins e da cantora Nadja Soares. Abertura com os jovens parisienses da Orquestra do Atelier 3 Tambours (França).