São quatro minutos de pura emoção, subindo de bondinho os 147 metros da encosta do Monte Serrat rumo ao topo, onde estão o antigo cassino e o Santuário de Nossa Senhora do Monte Serrat, padroeira de Santos, construído há mais de 400 anos. Para completar, uma escadaria com 402 degraus e 14 nichos reproduzindo cenas da Via Sacra, inaugurados entre 1939 e 1941,  e uma vista de 360 graus da cidade, de tirar o fôlego - é possível ver também parte dos municípios de São Vicente, Cubatão e Guarujá.

O Monte  Serrat é parte importante da história santista, pois servia de abrigo à população quando a então vila era invadida por piratas. Em um desses ataques, em 1614, os invasores acabaram soterrados e o milagre, atribuído a Nossa Senhora, tornou-a padroeira da cidade em 1955.

 

 

O funicular

Subir pela encosta de bondinho até o topo do monte é uma atração à parte, única no país. Projeto alemão, o sistema funciona com dois bondes em movimento sincronizado e um desvio no centro. Cada veículo tem capacidade para 45 passageiros, que percorrem em quatro minutos a linha, com 242 metros de extensão. O trabalho de sustentação é feito por um cabo de aço de uma e meia polegada de diâmetro, com resistência para 90 toneladas.

Origem

Idealizado por imigrantes espanhóis, o sistema de bonde começou a ser construído em 1910, mas a Primeira Guerra Mundial comprometeu as importações e o projeto só foi concluído em junho 1927. Nessa época, os bondinhos eram fechados por cortinas para preservar a identidade da boemia santista, que terminava a noite no Monte Serrat, assistindo a shows com artistas de renome, como Carmen Miranda, Francisco Alves e Sílvio Caldas. Com materiais nobres, como mármore de Carrara, vitrais belgas, cortinas e tapetes franceses, prataria e cristais da Europa, a casa noturna era conhecida até no exterior e servia como ponto de referência para os turistas. Três meses depois de inaugurados bondinhos e o salão de festas, o prédio do complexo do Monte Serrat passou a abrigar, em setembro de 1927, um cassino - ele funcionou até 1946, quando o governo federal proibiu o jogo no país. Em dezembro de 1927, também passou a funcionar no prédio um cinema. Reformado em 1998, o antigo cassino é espaço para eventos sociais e culturais, dispõe de cafeteria e conta com mirante e dois curiosos espelhos.

A capela

A capela de Nossa Senhora do Monte Serrat, oficializada em 1599, foi construída por ordem do governador dom Francisco de Souza, espanhol devoto da santa, padroeira de Barcelona. A história registra que, em 1614, quando o corsário holandês Joris von Spielbergen invadiu a vila, parte da população fugiu para o morro. Ao tentar persegui-la, os corsários foram soterrados por terra e pedras que caíram da montanha. O povo atribuiu o fato a um milagre de Nossa Senhora do Monte Serrat, o que acabou por torná-la padroeira da cidade. Sob responsabilidade dos monges beneditinos desde 1652, a capela passou por descaracterizações ao longo dos séculos. As obras entregues em 2011, 165 anos depois da última reforma, conservaram a configuração existente no século 18.