Busca

To Go

02/12/2011

Rua Comandante Bulcão Vianna, s/nº
Bairro: Bom Retiro
Tel.: (55 13) 3299-2846

01/12/2011

(Associação Atlética Portuguesa) 
Avenida Sen. Pinheiro Machado, 240
Bairro: Jabaquara
Tel.: (55 13) 3239-4224
www.portuguesasantista.net

02/12/2011

(Santos Futebol Clube)
Rua Princesa Isabel, s/nº
Bairro: Vila Belmiro
Tel.: (55 13) 3257-4000 / 3257-4099 / 3225-7989
www.santosfc.com.br

 
O passeio possibilita a exploração de um filão turístico voltado para o turismo rural, onde há criação de búfalos da raça Murrah. Os visitantes podem conhecer essa criação, além de observar diversas plantas exóticas cultivadas no próprio local. Nos caminhos e trilhas que cortam o sítio, tem-se a oportunidade de comparar diversas representações vegetais como mangue, restinga e mata de encosta. É possível conhecer espécies diversas de pássaros, como joão-de-barro, tucano e gavião, além de outros animais silvestres.
 
Equipamento com acessibilidade para portadores de necessidades especiais

Podem ser admirados córregos e cachoeiras, mata exuberante e variadas espécies de aves, mas o ponto alto, é sem dúvida, a Cachoeira do Cabuçu, com cerca de 10 metros de altura, formando uma grande piscina natural. É também a fazenda uma referência histórica, na medida em que no período da colonização, serviu de abrigo à Companhia de Jesus, que aí montou um posto de catequese para índios. Já na trilha do Rio de Areia, percurso que margeia águas claras, rasas e cristalinas, formando pequenas enseadas, é comum encontrar pegadas de animais, além de profusão de samambaias, trepadeiras e bromélias.

02/12/2011

Praça Rotary (entre a Rua Carlos Afonseca e a Rua Fernão Dias)
Bairro: Gonzaga
Montada aos sábados, das 9h às 20h
Tel.: (55 13) 3226-8000

02/12/2011

Praça Caio Ribeiro de Moraes e Silva (próximo ao Sesc)
Bairro: Aparecida

Montada aos domingos, das 14h às 22h
Tel.: (55 13) 3213-2120

02/12/2011

Jardim da praia (em frente à Avenida Conselheiro Nébias)
Bairro: Boqueirão
Montada aos sábados e feriados, das 14h às 23h
Tel: (55 13) 3213-2120

Rua José Ricardo, 35
Bairro: Centro Histórico
Tel.: (55 13) 3385-8180
www.higherclub.com.br

Com nave em mármore colorido, a igreja  é uma das mais belas e antigas de Santos, cuja origem remonta à capela onde se escondiam escravos foragidos, erguida – supõem-se – em 1758. Em estilo barroco, foi edificada em 1822 pela Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos (escravos), formada em 1652.
 
Inicialmente, o altar da irmandade estava localizado na antiga matriz da cidade – nele eram sepultados os corpos dos irmãos pretos, enquanto às autoridades era reservado o altar-mor, como ocorria desde a Idade Média. A igreja funcionou como matriz de 1907 a 1924. Possui  uma belíssima coleção de imagens sacras, merecendo destaque a imagem de São Joaquim das Botas, considerada uma relíquia.
 
Praça Rui Barbosa s/nº
Bairro Centro Histórico
Tel. (55  13) 3219-3566
 
Equipamento com acessibilidade para portadores de necessidades especiais
 
www.diocesedesantos.com.br

 
A Ilha encontra-se estreitamente ligada a área continental do município e à apenas 20 minutos da área urbana. Localiza-se a 8km do Porto e a 1,5 km de Vicente de Carvalho, Guarujá; na confluência do Rio Diana com o Canal de Bertioga e ainda ao lado do Rio Jurubatuba.
 
O ambiente natural favorece à pesquisa, educação, uso tecnológico e científico, como atividades educacionais e de turismo monitorado. Apesar desta proximidade da ilha com áreas urbanizadas da região, o seu acesso é realizado apenas por via marítima, através de barco da Prefeitura Municipal de Santos. O atracadouro da embarcação localiza-se em área do Porto, junto à Alfândega.
 
A fauna e a flora locais constituem-se de espécies típicas de manguezais: no caso da vegetação, podemos observar o mangue branco e o mangue vermelho e no caso dos animais, uma infinidade de espécies de caranguejos, peixes - como robalo, tainha, mero, caratinga e parati -, camarões, moluscos - como mexilhões, ostras e mariscos -, aves de diversas espécies como garças, guarás, socós, saracuras e colhereiros - e mamíferos como o mão-pelada e a lontra.
 
A ocupação da Ilha remonta ao século XIX, quando comerciantes de banana, que era trazida de sítios no interior da região, usavam o local em curtas permanências. Além disso, criavam porcos, o que explica a antiga denominação de Sítio dos Porcos.
 
Apesar da influência dos centros urbanos próximos, a Ilha Diana é um dos raros locais da Baixada Santista onde os traços da cultura caiçara ainda podem ser observados nas técnicas e artefatos utilizados na pesca e no domínio de recursos naturais como o bambu e a madeira que é materializado em objetos, utensílios e artefatos de uso rotineiro.
 
A religiosidade dos moradores locais, principalmente os mais velhos, é bastante acentuada e destaca-se a festa do padroeiro local, Bom Jesus da Ilha Diana que acontece no início do mês de agosto.
 
Equipamento com acessibilidade para portadores de necessidades especiais

 
Espaço verde com 90 mil m², conta com acervo vivo de mais de 300 espécies vegetais catalogadas, divididas em 20 coleções botânicas, como espécies da Amazônia, da Mata Atlântica, árvores de madeira de lei, palmeto com 65 espécies de palmeiras e espécies em extinção. Essa diversidade pode ser apreciada em passeio monitorado. O parque possui playground, além de mais de 1.000 metros de alamedas asfaltadas, iluminadas e com marcos de distância a cada 100 metros, que facilita práticas esportivas. Dispõe de bancos e mesas de madeira, ideais para contemplação dos três lagos, que abrigam tilápias e carpas, e recebem frequentemente a visita de aves aquáticas.
O parque começou a ser formado em 1925, no antigo Horto Municipal, que ficava ao lado da Santa Casa, onde jardineiros da Prefeitura plantaram as primeiras mudas. Em 1973, esse cultivo passou a ser feito no terreno atual, no Bom Retiro, que se transformou em Jardim Botânico em 1994 e passou a acolher programas de conservação das espécies, principalmente nativas da Mata Atlântica.

Rua João Fracarolli s/nº
Bairro Bom Retiro
Tel. (55  13) 3209-8410
Entrada franca
Funciona todos os dias, das 8 às 18 horas

 
Equipamento com acessibilidade para portadores de necessidades especiais

02/12/2011

Praça Vereador Luiz La Scalla (próximo ao Aquário)
Bairro: Ponta da Praia
Montada aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 20h
Tel.: (55 13) 3226-8000

Com cerca de 200 mil m², é lugar de descanso e ponto de encontro dos apreciadores da pesca. Conta com playground e cinco quiosques para lazer, dotados de churrasqueira individual e mesas em alvenaria, com uso gratuito mediante reserva antecipada na Regional dos Morros (tel. 13  3258-5111).  A ponte de acesso a um trecho de Mata Atlântica preservada, própria para caminhadas, é atração certa para as crianças, que se divertem em balançá-la. Junto à lagoa encontra-se a Gruta de Santa Sara Kali, a primeira do país em homenagem à padroeira da comunidade cigana, local onde se apresentam grupos de diversos clãs, durante passeios da Linha Conheça Santos-Morros, realizada quinzenalmente aos sábados. A Lagoa da Saudade é cercada de mistérios e muitas curiosidades – há quem acredite que ela é a cratera de um extinto vulcão e suas águas já abrigaram nada menos que três jacarés entre 2004 e 2005, todos remanejados. Hoje a lagoa atrai marrecos e garças, que fazem bonitas evoluções frente aos dois chafarizes que ajudam a oxigenar a água.
 
Equipamento com acessibilidade para portadores de necessidades especiais

Distante 45 km da praia, é considerado o melhor ponto de mergulho do Estado de São Paulo e o 3º do Brasil. Formação rochosa granítica com perfil que lembra uma baleia, tem 550m de comprimento, 33m de altura e 185m de largura. O lugar favorece um mergulho inesquecível: água do mar cristalina, temperatura em tornode 23º, visibilidade de até 30 metros e fauna impressionante. Os mergulhadores e fotógrafos submarinos podem ver cardumes coloridos, arraias-jamanta, tartarugas, garoupas e até golfinhos. Dependendo da época – e da sorte, é possível ver tubarões e baleias. Para quem quer mais emoção, basta mergulhar até 23m para observar a embarcação Moreia, naufragada articialmente em 1922. Descendo um pouco mais, cerca de 40m, está o Parcel das Âncoras. Também são imperdíveis, nesse passeio, os rochedos submersos na extremidade sul da laje, onde são formadas piscinas naturais que abrigam vários cardumes e peixes-cirurgiões.
 

Informações no Disk Tour 0800-173887
www.lajedesantos.com

Deve seu nome ao Coronel Cândido Annunciado Dias de Albuquerque, que tinha sítio nessa área, junto ao Morro Caetê. Esse local do canal apresenta características que o diferenciam do restante, aí convergindo as correntes geradas pelo movimento de marés que vem da barra de Bertioga e do Estuário Santista. Além disso, os rios que lá desembocam transportam sedimentos finos em suspensão, que aí tombam, tornando a área uma das mais significativas em deposição de sedimentos e com alta porcentagem de matéria orgânica.
 
A circulação das águas também é a responsável pela bela e sinuosa forma do canal, pois as águas das duas marés, ao baterem contra as margens, as desgastam e diminuem de velocidade, levando seu material carregado em suspensão a se depositar. Isso leva ao panorama de belos contornos e à largura apresentada pela área.
 
Logo à entrada do Largo há um morrote, onde consta existir sítio arqueológico, com presença de sambaqui. Aliás, nas margens do canal, são encontrados também vestígios prováveis de outros sambaquis, depósitos de conchas e objetos deixados por fornecedores de cal para construções no final dos séculos XVIII e XIX.
 

Com saídas da Estação do Valongo, cinco bondes e um reboque circulam pelas principais ruas e edifícios do Centro Histórico, proporcionando uma verdadeira viagem ao passado, em um roteiro de 5 km.
 
Até às 15h, o passeio dá direito a desembarque na Casa do Trem Bélico, Praça Mauá e no Palácio Saturnino de Brito. Deste ponto também é possível chegar ao Complexo Turístico do Monte Serrat, com uma visão de 360 graus da cidade. Ao todo, o passeio percorre 40 pontos de interesse turístico e histórico, com acompanhamento de guias de turismo.O reembarque será realizado no mesmo local, com o mesmo ingressso, mas o passageiro fica sujeito à disponibilidade de lugar.
 
Embarque: Estação do Valongo
Largo Marquês de Monte Alegre, 2 - Valongo

Centro Histórico

Tel: (55  13) 3201-8000, Disk Tour 0800 17 38 87

Funciona de terça a domingo, das 11h às 17h, a cada hora (Venda até 30 minutos antes do encerramento)
 
Agendamentos (Bonde regular e Bonde Café):
Pelo site www.egov1.santos.sp.gov.br/turismo ou pelo telefone (13) 3201-8000, ramal 8053
 
Saídas do Valongo:
 
Bonde tradicional:
Terça e Quarta, das 10h30 às 16h30 (saídas a cada hora)
Quinta e sexta, saídas às 10h30, 11h30 e 12h30
 
Valor: R$6,50 O bilhete de acesso ao Bonde pode ser adquirido na bilheteria do Museu Pelé (Largo Marquês de Monte Alegre, 1 - Valongo)
 
De acordo com o decreto nº 6871. Isenções para crianças de até 5 anos no colo e guias de turismo a trabalho (acompanhados de grupo). Meia tarifa para maiores de 60 anos, professores e estudantes.
 
Possibilidade de compra antecipada de bilhete no mesmo dia do passeio.

Com três roteiros diferentes, todos com saída da Praça das Bandeiras (bairro Gonzaga), as linhas mostram vários cenários da cidade, em passeios realizados em micro-ônibus com ar- condicionado e monitoria de guia de turismo. A Linha Conheça Santos é um city tour que circula pelos principais pontos turísticos da orla e do Centro Histórico, com possibilidade de desembarque em alguns locais. Essa é uma excelente forma de se conhecer a cidade, sobretudo para quem não tem muito tempo ou quer selecionar os atrativos mais interessantes para visitá-los depois.

Valor: R$12
Saída: Praça das Bandeiras (temporariamente no Posto 3 - Praia do Gonzaga)
Info.: 0800 173-887

 

Já a Linha Conheça Santos-Morros mostra um pouco da cultura dos portugueses, os primeiros moradores da parte alta da cidade, no Centro Cultural do Morro São Bento, onde são apresentados danças típicas acompanhadas por instrumentos originais, bordados da Ilha da Madeira e doces tradicionais. Na última parada, é possível conhecer costumes dos ciganos, que se apresentam junto à Lagoa da Saudade (Morro da Nova Cintra), próxima à Gruta de Santa Sara Kali, padroeira desse povo.

Valor: R$12
Saída: Praça das Bandeiras (temporariamente no Posto 3 - Praia do Gonzaga)
Info.: 0800 173-887
 

O passeio da Linha Conheça Santos-Zona Noroeste engloba o Jardim Botânico Chico Mendes, maior área verde de Santos depois dos jardins da orla, e as ruínas do Engenho de São Jorge dos Erasmos, de 1534, o primeiro do país. Com 90 mil m², o jardim botânico conta com um acervo vivo de mais de 300 espécies vegetais catalogadas, divididas em 20 coleções botânicas. As ruínas são consideradas um dos sítios arqueológicos mais importantes, marco do ciclo da cana-de-açúcar. O engenho foi responsável pelo desenvolvimento da atividade açucareira, produzindo cana, rapadura e aguardente, e funcionou até o século XVIII. Durante escavações, a Universidade de São Paulo encontrou formas de pão-de-açúcar anteriores a 1615.
Valor: R$12
Saída: Praça das Bandeiras (temporariamente no Posto 3 - Praia do Gonzaga)
Info.: 0800 173-887

15/07/2010

Av. Gal. Francisco Glicério nº 485 – Bairro Pompéia
Tel. (13) 3251-7417
www.marsubsantos.com.br

Com uma concepção inovadora, o museu do Alvinegro Praiano apresenta o acervo em um espaço de mais de 380 metros quadrados, que leva o visitante a uma verdadeira viagem à história do Peixe. Além de 500 troféus conquistados em diferentes modalidades, há fotos ampliadas em tamanho natural, flâmulas, documentos, uniformes, bolas, recursos multimídia e outros objetos, dispostos em um ambiente bem organizado e de beleza singular.  O material está dividido em espaços temáticos, entre eles Pelé, com peças do acervo pessoal do Rei do Futebol.
 
O museu apresenta equipamentos multimídia, que permitem a visualização de jogadas históricas. O CineGol é uma sala de projeção que reproduz um pedaço de campo de futebol, onde são exibidos filmes e clipes especiais sobre o clube. As visitas monitoradas envolvem inclusive o gramado do Estádio Urbano Caldeira, o vestiário profissional, as arquibancadas e Centro de Imprensa Armando Gomes, local utilizado pelos jornalistas para a gravação de entrevistas após os jogos.

Aberto de terça a domingo, das 9h às 18h
 
Valor:
Visita simples - somente ao Museu - R$8

Visita monitorada - com acesso a sala de imprensa, vestiário e campo - R$15
 
Rua Princesa Isabel nº 77
Bairro Vila Belmiro. 
Tel.(55  13) 3257-4099
 
Equipamento com acessibilidade para portadores de necessidades especiais
 

www.memorialdasconquistas.com.br

Fui e gostei
Veja a opinião de quem já visitou a cidade e aproveitou para valer!

01/01/2011 - Visitante
Centro Histórico
Orla

Maravilhoso. É uma riqueza histórica

24/11/2010 - Visitante
Orla da praia e jardins

O por do sol, na Ponta da Praia, é fantástico. Fazendo caminhada, batendo um papo...

09/03/2011 - Visitante
Orla da praia e jardins

Parabéns, sou santista de coração ,moro na cidade há 15 anos, adoro...

24/07/2011 - Visitante
Museu da Pesca

nasci em santos, vim para são paulo, mas aqui com mais de trinta anos ainda não me...