Notícias

Aquário

03.09.2010

Curso no Aquário ensina a usar objetos reciclados para monitorar a natureza

Aparelhos que controlam a velocidade e a direção do vento podem custar uma pequena fortuna, mas é possível construir um anemômetro utilizando apenas latinhas de alumínio. E, quem diria que, para conseguir  medir o crescimento das plantas, basta desenvolver um boneco de meia-calça recheado com serragem e alpiste? As manhãs dos dias 14 e 15 deste mês estarão cheias de idéias para a preservação da natureza sem gastar dinheiro algum, utilizando apenas técnica e muita criatividade. O endereço da diversão: Aquário de Santos. Mas é preciso se apressar, porque termina hoje (8) o prazo de inscrições para a oficina ‘Brinquedos científicos feitos com sucata’, voltada a adultos e professores de Ciências.
Nessa oficina, o artista plástico Ferruccio Marco Giorgini ensinará como monitorar o meio ambiente de modo simples e barato, transformando os interessados em multiplicadores de informações. Ele também está expondo seus trabalhos no parque, na mostra intitulada ‘América latinha’, que pode ser conferida até 1º de março. Ainda durante a oficina, a bióloga Maricene Santos dos Passos promoverá discussões para enfatizar a limitação e valorização de recursos naturais, por meio do reaproveitamento e reciclagem de materiais em defesa do ambiente e população carente. “Melhor que jogar fora é criar outras utilidades para um objeto”, frisou.
INSCRIÇÃO – Também hoje (8) serão encerradas as inscrições para os demais cursos a serem ministrados, este mês, no Aquário: Terapia Floral para animais, destinado a adultos; Biologia de Mamíferos Marinhos, para jovens a partir de 14 anos; Ecologia holística da Terra, para adultos; Aves marinhas – biologia e evolução, para jovens a partir de 14 anos; Aprendendo com a praia, para crianças de 9 a 12 anos, e Animais do Aquário de Santos, para o público de 7 a 9 anos. Dois outros cursos não têm mais vagas: Estudo das Conchas e Vida Marinha. Os interessados devem se apresentar no Aquiário, munidos do RG ou Certidão de Nascimento e doar uma lata de leite em pó, destinada ao Fundo Social de Solidariedade.

Voltar