Notícias

17/ 10/ 2019

Restaurante-escola está na final do festival gastronômico Feito em SP

O sorriso não sai do rosto de Kellyn Cugler do Nascimento, 25 anos, cozinheira do Estação Bistrô Restaurante-escola, que conquistou os jurados com os sabores diferentes do seu Casadinho Caiçara, um dos vencedores da seletiva regional do festival gastronômico Feito em São Paulo, realizada quarta à noite, na Arena Santos.
Agora, representando a Baixada Santista, o prato segue para a finalíssima, de 24 a 27 deste mês, no Memorial da América Latina, juntamente com o Noque Caiçara do restaurante santista Lo.Cal. Já na categoria Produtores, foram selecionados o Nhoque de biomassa de banana verde do Sítio Estância da Mata, de Peruíbe, e o picolé artesanal de cambuci, do Instituto Auá, de São Vicente.  
“Eu não estava com expectativas”, confidenciou Kellyn, que espera para fevereiro o nascimento de Stella, sua primeira filha. A receita foi criada há cerca de quatro anos e ela acredita que a alternância dos sabores dos dois pastéis, acentuados pelo molho de cambuci, foi decisiva para a escolha dos jurados.
“Um era recheado de banana-da-terra e muçarela de búfala, e o outro, com peixe-galo, de carne macia, saborosa e que absorve muito bem o tempero”, explicou. Já o fruto do cambuci possui textura que lembra o da graviola e acaba por acentuar tanto o pastel adocicado com o salgado. O Casadinho Caiçara deverá ser uma das entradas do novo cardápio do Estação Bistrô.
Em 2015, com o Escondidinho Caiçara, de autoria do então subchefe Júnior Monteiro, atual chef do Estação Bistrô, o restaurante-escola foi um dos vencedores do Sabor de São Paulo, nos mesmos moldes do Feito em São Paulo.

FINALÍSSIMA – Na finalíssima, no próximo período de 24 a 27, participarão  30 produtos e 30 pratos vencedores de todo o estado, que serão expostos e vendidos a preços populares. Aberto ao público e com entrada franca, o evento terá manifestações artísticas, palestras e diversas atrações. 
Na terça, além da gastronomia, o evento teve aula de culinária do chef Fabio Vieira, do Restaurante Micaela, na Capital, padrinho da programação na Cidade, e shows dos DJs Turn, Mitsunami e do sambista Almirzinho, ex-integrante do grupo Revelação e filho de Almir Guineto. 
​Representando toda a Baixada Santista, a disputa regional envolveu oito finalistas: Lo.cal (Nhoque Caiçara), Paella Caiçara (Paella Valenciana), Bar e Restaurante Bolinha de Santos (rabada com polenta) e Estação Bistrô Restaurante-escola (Casadinho Caiçara), além dos produtores Outro Coockie (brownie) e La Parigina (Brioche com Gelato), todos de Santos, além dos produtores Instituto Auá (picolé artesanal de cambuci), de São Vicente, e Sítio Estância da Mata (nhoque de biomassa de banana verde), de Peruíbe.  
​Os estabelecimentos e seus pratos, fabricantes e seus produtos serão retratados no site do evento, o https://feitoemsp.com.br/.  

FESTIVAL - A ideia do Festival Feito em São Paulo, do Governo do Estado de São Paulo, é consolidar a gastronomia como um dos mais importantes alicerces da economia e do empreendedorismo, desde o cultivo, da agricultura, até a produção de alimentos manufaturados e o setor de restaurantes. Também difundir a riqueza do patrimônio material e imaterial, tecendo uma rede de endereços e informações culturais sobre culinária, pratos, história, produtos e cidades às quais pertencem.