Notícias

28/ 01/ 2020

Heitor Gomes celebra 20 anos de carreira em show dia 6 de fevereiro, no Sesc

A partir das 17h30 desta quarta-feira (29), o Sesc (R. Conselheiro Ribas, 136, Aparecida) disponibiliza ingressos para o show, dia 6 de fevereiro, 20h30, dos 20 anos de carreira de Heitor Gomes, músico santista que integrou o Charlie Brown Jr., CPM 22 e Pavilhão 9. Os convites, também disponíveis online, custam de R$ 9,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo cadastrado no Sesc) a R$ 30,00 (inteira). No dia 7, ele ministrará um workshop gratuito.
            

O show contará com um set list variado de instrumentos que demonstram a intimidade do músico com as notas graves e a versatilidade de estilos que domina. Heitor Gomes dividirá o palco com músicos que fazem parte de sua trajetória, entre eles Pinguim, Marcão Britto e Graveto (Charlie Brown Jr.), Rhossi, Rafael Bombeck, DJ MF e Leco Canali (Pavilhão 9), Pe Lanza (Restart), Leandro Campanari (Tolerância Zero), Ingrid INR (Gomes do 8) e Tiago Espirito Santo. DJs da região se revezarão no palco durante o espetáculo de uma hora e meia de duração.
   

Herança musical

Filho de Chico Gomes, considerado um dos maiores baixistas solo do mundo, Heitor, 38 anos, desenvolveu seu próprio estilo e tornou-se um dos baixistas mais requisitados do pop-rock brasileiro. Seu pai foi responsável por revolucionar a maneira de tocar o instrumento, criando técnicas que até hoje influenciam músicos mundo afora.

   

Foi baixista do Charlie Brown Jr. (2005 a 2011), com o qual gravou três CDs e dois DVDs - o disco ‘Camisa 10 Joga Bola Até Na Chuva’ foi vencedor do Grammy Latino em 2010. Tocou depois durante cinco anos no CPM 22 e participou de momentos importantes da banda como a gravação do CD e DVD ‘Acústico’, além do ‘Ao Vivo no Rock in Rio’, que também virou CD e DVD, de 2015, em um show memorável para quase 100 mil pessoas.

  

Um de seus principais trabalhos é o álbum ‘Antes Durante Depois’, do Pavilhão 9, de 2017, para o qual, além de tocar baixo, compôs diversas músicas. Atualmente, Heitor desenvolve o projeto ‘Gomes do 8’, em que segue o legado do pai, tocando o baixo de oito cordas esbanjando habilidade na técnica de triplo domínio, que consiste em executar simultaneamente o baixo, a harmonia e a melodia, ou seja, as três vozes do instrumento.

   
Workshop

Em 7 de fevereiro, Heitor Gomes realiza workshop no auditório do Sesc, das 19h às 22h. A atividade, com duas partes, é gratuita e os ingressos poderão ser retirados duas horas antes. Na primeira, ele tocará músicas de sua autoria, conversará sobre seus processos de criação e contará histórias do que rolava nas gravações, shows, estrada e dia-a-dia das bandas em que atuou.

  

Na segunda parte do workshop, ele fará um pocket show com o baixo de oito cordas, apresentando versões de músicas famosas utilizando a técnica de triplo domínio.

  

Imagem: Juliano Val Tristão/Mahatta Filmes